AMAMENTAÇÃO X ATIVIDADE FÍSICA Posso fazer atividade física amamentando?

AMAMENTAÇÃO X ATIVIDADE FÍSICA

POSSO FAZER ATIVIDADE FÍSICA AMAMENTANDO?

country weddingcenterpiece ideas

Algumas dúvidas comuns entre as mulheres que estão amamentando e tem vontade de retornar as atividades físicas são: “Posso fazer atividade física e amamentar?” “Meu leite vai secar? ” “Minha filha (o) pode rejeitar o leite? ” “Meu leite vai ficar com gosto ruim?”

Para começar é importante falar que o organismo da mulher já se prepara para amamentação desde o início da gestação, lembrando que uma das funções do tecido adiposo (gordura) é servir como fonte de energia para a produção do leite materno nos primeiros meses após o parto.

Uma revisão sistemática da Cochrane, AMORIN A, et al 2013; mostrou que o exercício aeróbico especialmente o exercício moderado, não provoca diminuição do volume do leite, não altera a composição nutritiva do leite materno, nem gera impacto negativo no crescimento da criança.

Outra dúvida é sobre a produção do ácido lático e se este deixaria o leite com gosto ruim. Existem estudos mostrando que a concentração de ácido lático pode aumentar em exercícios vigorosos e de alta intensidade, mas não após exercícios moderados.

Em 2002, Wright KS, et al. Realizaram um estudo onde eles acompanharam 24 mulheres e observaram que mesmo em exercícios de moderados, ou mesmo de alta intensidade, durante a lactação, não interfere na aceitação do leite consumido 1 hora pós-exercício. Eles observaram que ocorreu um discreto aumento na concentração de ácido lático, apenas em exercício aeróbico intenso, porém 1 hora após o exercício a concentração de ácido lático retorna à normalidade. 

Portanto minhas orientações para as mamães de plantão são:

  1. Amamente ANTES do exercício ou ESVAZIE a mama para armazenar leite;
  2. Amamentar PREFERENCIALMENTE de 30 a 60 minutos após o término do exercício;
  3. Manter hidratação (tomar muito líquido) 
  4. Usar sutiã que EVITE compressão das mamas, com suporte adequado e com alças largas.

Qualquer dúvida podem entrar em contato:

(31) 2573-2225 – Clínica Resolutiva

Fisioterapeuta responsável: Rayane da Vitória

_____________________________________________________________________________________

– Revisão sistemática: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/14651858.CD005627.pub3/epdf

– Estudo de Wright (2002)

http://pediatrics.aappublications.org/content/109/4/585.long?sso=1&sso_redirect_count=1&nfsta

 

tus=401&nftoken=00000000-0000-0000-0000-000000000000&nfstatusdescription=ERROR%3a+No+local+token

– Livro AndréaLemos: Fisioterapia Obstétrica Baseada em Evidências

CÂNCER PRÓSTATA E PERDA DE XIXI

A próstata é uma glândula  localizada na base da bexiga. Na próstata podem acontecer dois processos distintos. O primeiro é o crescimento benigno, chamado de hiperplasia, que acomete quase 90% dos homens após os 40 anos e que produz dificuldade para a eliminação da urina. O segundo é o câncer de próstata, que surge associado ou não ao crescimento benigno e que se manifesta quase sempre depois que os homens completam 50 anos.

urologia

A prostatectomia radical é o mais antigo e possivelmente o mais eficaz método de tratamento do câncer de próstata localizado. No entanto, essa operação pode causar muitas complicações, entre as quais a incontinência urinária. Em muitos pacientes, a incontinência melhora em alguns dias, semanas ou meses sem intervenção. Em uma pequena proporção de pacientes, isso não ocorre.

O tratamento da incontinência após a cirurgia depende do seu mecanismo, da sua importância e do tempo pós-cirúrgico. Podem ocorrer dois tipos de incontinência urinária:

  1. Incontinência urinária de urgência: ocorre quando se tem uma vontade súbita (ou forte) de ir ao banheiro e antes de conseguir chegar ao banheiro acontece a perda de urina.

  2. Incontinência urinária de esforço: acontece quando ocorre perda de urina em situações de esforço, por exemplo: tossir, espirrar, mudando de posição na cama, carregando peso, abaixando, dentre outras situações que geram aumento de pressão intra abdominal (pressão dentro da barriga)

O tratamento fisioterapêutico é a primeira opção nos casos de incontinência urinária. Aqui na Clínica Resolutiva contamos com uma profissional qualificada para te atender.

 

Agende sua avaliação

(31) 2573-2225

O QUE FAZER PARA MELHORAR PRISÃO DE VENTRE?

O que é a constipação intestinal?

A constipação intestinal, também conhecida como prisão de ventre, é caracterizada por uma diminuição da freqüência das evacuações, associada à dificuldade ao evacuar, pois as fezes estão ressecadas e endurecidas, difíceis de ser eliminadas.

Dicas

  • De preferência ao consumo de fibras em maior quantidade em suas alimentações como: verduras, legumes e frutas, se possível consuma-os crus e com a casca.
  • Beba bastante água durante todo o dia, tente consumir de 10 a 12 copos por dia, o consumo de água mantém hidratada a mucosa intestinal.
  • Iorgute também é uma boa opção para melhorar o funcionamento.
  • Diminua a quantidade de comida em cada refeição, alimentando mais vezes e em menor quantidade e mastigue bem os alimentos.
  • Procure evitar a ingestão de carne vermelha, refrigerantes, queijos, açúcar, pão branco, chocolates, chás escuros, goiaba, jabuticaba, caqui e brócolis.

Orientações

  • Eduque seu intestino para ir no horário que você estabeleceu.
  • O posicionamento ideal para ajudar a liberar as fezes, é sentado no vaso sanitário, com um banquinho de 10 a 15 cm no chão apoiando os dois pés.evacuar

Dica para Gestante

Quando as contrações são esporádicas, a mulher ainda não está em trabalho de parto. Considera-se parto ativo quando a grávida já está com quatro centímetros de dilatação e com contrações frequentes e regulares.

A fisioterapeuta Rayane está a disposição para tirar as suas duvidas.  Ligue e marque uma acompanhamento Tel 2573225.

fb_img_1477856606682

Novembro Azul

Resolutiva fisioterapia com você para cuidar de você.novembro-azul

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), no Brasil, mais de 13 mil homens já morreram vítima do câncer de próstata. A estimativa é que em 2016 hajam 31.772 novos casos da doença. A prevenção ainda é o melhor remédio. Lembre-se de que, se detectado precocemente, as chances de cura são muito maiores. Se você é homem e tem mais de 45 anos, faça regularmente o exame preventivo. Cuide da sua saúde para não ter que cuidar da doença.